Mick Schumacher é o segundo em testes na primeira vez em F1

Publicidade

O filho de Michael Schumacher, Mick, fez uma estréia de sucesso com um carro de Fórmula 1 em um teste para a Ferrari. O piloto de 20 anos completou 56 voltas no Bahrein e foi o segundo mais rápido atrás de Max Verstappen, da Red Bull. Fernando Alonso também retornou à F1, conduzindo um teste de pneus para a Pirelli em um McLaren no circuito de Sakhir.

Schumacher, que venceu o campeonato F3 na última temporada, é membro da academia de pilotos da Ferrari e está correndo em F2 nesta temporada pela equipe Prema. Ele terminou em oitavo e sexto nas duas primeiras corridas do Bahrein no último final de semana. A Ferrari foi a equipe com a qual seu pai venceu cinco campeonatos mundiais consecutivos entre 2000 e 2004.

Publicidade

O jovem levou para a Ferrari SF90 por sua primeira viagem de F1 na manhã de terça-feira em um dia em que a corrida foi interrompida pela chuva. Ao final ele estava trocando as voltas mais rápidas com Verstappen, que tem 21 anos, mas em sua quinta temporada no esporte. O melhor tempo do holandês foi 1min29.379seg, com o retorno de Schumacher a 0.6sec. O par foi o único a registrar tempos abaixo de 1min 30seg.

Treze anos depois que seu pai dirigiu pela última vez para a Ferrari, Schumacher disse que rapidamente se sentiu em casa com a equipe e aproveitou sua primeira corrida de F1. “Eu realmente gostei hoje”, disse ele. “Pareceu em casa na garagem desde o primeiro momento com muitas pessoas que me conhecem desde que eu era muito jovem. O SF90 é incrível por causa do poder que tem, mas também é bom de dirigir e é por isso que eu me diverti muito.

“Fiquei impressionado com o poder de frenagem de um carro de F1. Pareceu-me que você poderia frear mais tarde e mais tarde e o carro teria feito a volta de qualquer maneira. Eu gostaria de agradecer a Ferrari por esta incrível oportunidade. ”

Publicidade

Michael Schumacher foi gravemente ferido em um acidente de esqui em 2013, do qual ele ainda está em recuperação. Ele venceu sete campeonatos mundiais, mas desfrutou de seu maior sucesso com a Ferrari, para quem dirigiu entre 1996 e 2006. Schumacher Jr assumiu o volante no kart em 2008. Ele dirigiu a vencedora do título de 1994, Benetton, no Spa, em uma demonstração no ano passado. mas terça-feira foi sua primeira vez em um carro de F1 contemporâneo. Ele realizará mais um teste na quarta-feira, para a equipe parceira da Ferrari, a Alfa Romeo.

Lewis Hamilton, que venceu o Grande Prêmio do Bahrein no domingo , completou o maior número de voltas, 71, e foi o sexto mais rápido. Lando Norris, um excelente sexto na corrida, foi o terceiro mais rápido da McLaren. Outro britânico, George Russell, foi o último na tabela de tempos para a Williams, mas vai testar o Mercedes na quarta-feira.

Alonso se aposentou da F1 em 2018, mas permaneceu como embaixador e conselheiro da McLaren e estava conduzindo o teste de pneus da Pirelli nessa capacidade. Ele está claro que quer ajudar a equipe a desenvolver o carro e não descartou um retorno à F1.

Foi a primeira vez que Alonso pilotou um carro de F1 desde a última corrida do ano passado em Abu Dhabi. Ele completou 64 voltas, foi o 11º mais rápido e ficou impressionado com o modelo deste ano.

“É um passo em frente em todos os aspectos”, disse ele. “Eu acho que o carro tem mais aderência, é menos arrastado nas retas, e o motor é um passo maior também.”

Publicidade

Na quarta-feira, Dan Ticktum, um londrino de 19 anos, fará sua estréia na F1 quando fizer testes com a Red Bull. Ticktum, um membro da equipe júnior da Red Bull, ficou em segundo lugar com Mick Schumacher no campeonato F3 no ano passado e vai correr na série Super Fórmula do Japão nesta temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *